Honda se une ao Detran-PR para identificar veículos com registro de recall

Honda e o Departamento Estadual de Trânsito do Paraná – Detran-PR – firmaram uma parceria inédita para acelerar a identificação e a comunicação com proprietários de veículos que têm algum registro de recall no Paraná, sejam eles automóveis ou motocicletas da marca.

Por meio deste convênio, serão cruzados os números dos chassis de veículos Honda relacionados em campanhas de recall com a base de dados do Detran-PR a fim de identificar os atuais proprietários e seus respectivos endereços. Com isso, o proprietário receberá uma comunicação (carta) em nome da Honda reforçando a necessidade para o atendimento ao chamado de reparo do veículo.

A assinatura do convênio aconteceu na sede do Detran-PR entre o diretor de pós-venda da Honda, Marcelo Langrafe, o diretor-geral do Detran-PR, Marcello Panizzi, e seu diretor operacional, Ubirajara Schreiber.

“Esta parceria tem como proposta prezar pela segurança dos condutores e passageiros, e tem como objetivo principal a preservação da vida. Esse novo serviço de notificação oferecido ao cidadão paranaense irá diminuir os riscos no trânsito, muitas vezes provocados por falhas do próprio veículo. Para que o projeto tenha ênfase, é necessário que o condutor esteja atento para manter o seu endereço atualizado junto ao Detran”, comenta Panizzi.

Considerando apenas o recall relacionados aos airbags defeituosos da Takata, o Paraná é o quarto estado em representatividade no número de veículos afetados, concentrando 6% do total de veículos que ainda necessitam do reparo – a troca do insuflador.

“A assinatura do segundo convênio da Honda com um Departamento Estadual de Trânsito é mais um passo em nosso compromisso de alcançarmos a totalidade de veículos que precisam ser reparados. Estamos liderando iniciativas pioneiras no setor e mostrando que os princípios de transparência e respeito são primordiais no relacionamento com nossos clientes”, reforça Langrafe.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *